terça-feira, 13 de setembro de 2011

O uso de piercing pode causar problemas? (2)

Primeiramente, a definição.
Existem pesquisas que mostram que o Piercing já era usado há 5.000 anos. A palavra "Piercing" vem do inglês e significa Perfuração, Agudo, Penetrante.
O ser humano sempre foi uma criatura extremamente vaidosa. Vale a pena lembrar processos altamente dolorosos e perigosos utilizados para se atingir padrões de beleza estipulados por uma tribo, uma época ou envolvendo valores religiosos ou de ordem social. Lembramos aqui as mulheres asiáticas e seus longos pescoços adornados por anéis metálicos que vão sendo acrescentados de tempos em tempos; ou dos pequeninos pés das mulheres chinesas que por intermédio de faixas atrofiam o crescimento desse membro; temos também culturas indígenas que propagam o costume de se alargar os lábios com a introdução de objetos que se assemelham a pratos.
Os egípcios já perfuravam seus umbigos para usar jóias metálicas que indicavam sua posição social, eram sempre indivíduos da Realeza, os membros do povo eram proibidos de tal prática. Entre os sacerdotes Maias e Astecas o piercing de língua era utilizado como uma forma de comunicação com os deuses. Entre os romanos havia o costume de agradar ao imperador perfurando os mamilos para encaixar-lhes pequenos "brincos", também sinal de coragem. Todos os guarda-costas de César deveriam utilizar tal adorno. Na Índia o famoso "brinco no nariz" é antes de tudo um indicador da classe social do indivíduo. Entre algumas tribos africanas, os piercings que alargam a orelha são utilizados para demonstrar o nível social, quanto maior o furo e o piercing maior o status da pessoa.  
[Fonte:http://www.joia-e-arte.com.br/piercing.htm]
Problemas?
De acordo com o site da Superinteressante [Fonte:http://super.abril.com.br/superarquivo/2000/conteudo_149467.shtml] a resposta para a pergunta no início do tópico é: Pode sim, por isso sua colocação exige cuidados especiais. A principal precaução, obviamente, é esterilizar os instrumentos usados na perfuração e limpar bem a região da ferida. Assim, evita-se o risco de infecções e a transmissão de doenças como Aids e hepatite. "É também importante saber se a pessoa não tem alergia ao níquel ou à prata, principais componentes dos brincos", afirma o dermatologista Fernando Augusto de Almeida, da Universidade Federal de São Paulo. Outro problema: o corpo pode reagir à agressão e formar quelóides – cicatrizes exageradas e permanentes. Quem tem propensão a problemas cardíacos deve ser ainda mais cauteloso. Um estudo realizado no ano passado pela Clínica Mayo, nos Estados Unidos, mostrou que o piercing foi o responsável por um em cada quatro casos de endocardite bacteriana – uma inflamação nas válvulas do coração.
Piercings e seus perigos
"Com exceção do lóbulo, a orelha é muito mal vascularizada, o que torna o organismo quase incapaz de reagir a uma infecção ou alergia", explica Gilberto Sitchin, otorrinolaringologista do Hospital São Luiz, em São Paulo. Mesmo que se observem todos os cuidados de higiene e o material do piercing seja inerte (como aço cirúrgico, ouro ou platina), ainda assim existe perigo, segundo o especialista. Veja no quadro abaixo alguns dos riscos mais comuns que o piercing oferece para determinadas partes do corpo.
No alto da orelha
A baixa vascularização pode levar à deformação da cartilagem, exigindo cirurgia plástica reparadora
Nariz
A haste interna - em geral longa para facilitar o manuseio – pode machucar o septo nasal.
o risco de infecção é grande, pois o local é úmido e está constantemente em contato com a poluição
Umbigo
O corpo estranho pode provocar a formação de cistos, levando à necessidade de cirurgia.
O risco de infecção é muito grande. Como muitas pessoas se esquecem de enxugar bem a região, ela fica úmida e expostas a bactérias.
Língua
Há risco de desgaste da parte interna dos dentes da frente da arcada inferior e de perda óssea capaz de abalar a estrutura dental.
O local é quente e úmido, perfeito para a proliferação de bactérias
[Fontes: Revista Veja, 27/Nov/2002, pág. 130, e revista VEJA Especial JOVENS - setembro/2001]

19 comentários:

  1. Não sabíamos que os piercings são causadores de tantas infecções que podem levar a deformações e exigir até cirugias plásticas,como por exemplo o piercing no alto da orelha.

    Beatriz Leal e Karla Karolainy

    ResponderExcluir
  2. A partir dessa leitura, descobrimos que o piercing já vem sendo usado há mais de mil anos e em várias lugares do mundo significa algum status na sociedade.
    Mas, hoje sabe-se que ele pode causar sérias doenças quando não usado adequadamente como por exemplo: no alto da orelha pode causar deformação da cartilagem; no nariz pode machucar o septo nasal; no umbigo pode provocar a formação de cistos e na língua há risco de desgaste da parte interna dos dentes da frente da arcada inferior e de perda óssea capaz de abalar a estrutura dental.
    -
    Beatriz Maria e Sara Rezende.

    ResponderExcluir
  3. Nossa não sabiamos também que os piercings podiam causar tantos males a nossa saude, e esses tipos de infeccção causado em cada parte do nosso corpo. Tipo na orelha, no nariz, no umbigo etc. Parabéns pelo post prof!

    ResponderExcluir
  4. Através da leitura concluímos que os piercing na orelha são menos suscetíveis a infecções e alergias pois no tecido da orelha possuem poucos vasos sanguíneos com exerção do lóbulo.
    Maryklecia Nogueira, Fernanda Brito, Valdete Andrade.

    ResponderExcluir
  5. - Descobrimos que é necessário cuidado em relação aos piercings. Nessa decisão é preciso ter zelo pelo seu corpo, principalmente no local onde você decide colocar, é preciso também fque seja feito em um estúdio proficional, onde tenha higiêne e a autorização da vigilância sanitária. Após colocar o piercing se não obter o cuidado necessário, pode acabar gerando consequências graves, tais como infecções, alergias e deformações.
    Isabella Caroline, Nathália Mendes e Juliana - 9 ano C.

    ResponderExcluir
  6. Com a leitura agente pode perceber que os piercing podem causar muito mal do que imaginamos, achamos bonitos e toda pessoa pelo menos uma vez na vida "sonhou" em colocar um.
    Concluimos que a orelha é o local onde não causa muitas infecssões , no lóbulo é mais vascularizada sendo assim incapaz de reagir a uma alergia ou infecção. Nos outros lugares são mais perigosos. Exemplo: Umbigo, Nariz, Língua.
    Mariana Araújo e Isabela Nunes.

    ResponderExcluir
  7. O organismo torna-se quase incapaz de reagir à infecções ou à alergias graças à má vascularização do sangue no local cartilaginoso do corpo humano, já que o sangue é o principal transportador de glóbulos brancos (leucócitos) ou anti-corpos , que são os únicos capazes de destruir tais bactérias causadoras de infecções.
    Bia G. e Dani S.

    ResponderExcluir
  8. "Com exceção do lóbulo, a orelha é muito mal vascularizada, o que torna o organismo quase incapaz de reagir a uma infecção ou alergia"

    A orelha não possui vasos sanguineos e por isso quando se bota o piercing e ocorrer uma infecção não tem como combater-la.

    - Rá, Deinha e Rafa

    ResponderExcluir
  9. A ausência ou pouca quantidade de vasos sanguíneos dificulta o processo de cicatrização ou cura da infecção. Mesmo tendo conhecimento disto, muitos adolescentes e até mesmo adultos continuam colocando piercings em locais não recomendáveis.

    - Gabriela, Natália Costa, Eduardo.

    ResponderExcluir
  10. "Com exceção do lóbulo, a orelha é muito mal vascularizada, o que torna o organismo quase incapaz de reagir a uma infecção ou alergia"

    A parte da orelha possui poucos vasos sanguineos, fazendo com que o risco de infecções seja maior.

    Mayrlla, Juliana e Taynã.

    ResponderExcluir
  11. Concluímos que o piercing é muito utilizado por questões de vaidade e também que há muito tempo já se utilizava como indicador de status social. Mas, apesar de tudo as pessoas estão se esquecendo de tomar as devidas precauções na hora da aplicação desses. A aplicação incorreta pode gerar males à nossa saúde, como infecções e transmissão de doenças.

    Larissa, Jéssica e Bárbara.

    ResponderExcluir
  12. O texto é bem interessante ,porque relata como o piercing era usado para desmostrar coragem e status social das pessoas em varios povos antigos e os perigos que pode causar a nossa saúde,como uma infecção devido a abertura, no umbigo que pode causar uma hérnia e na língua um desgaste nos dentes,só por uma questão estética.
    Adrienne e Mariana.C

    ResponderExcluir
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. O uso do piercing é milenar,cada cultura tem um significado,apesar de hoje ser usado para definir o estilo ou chamar atenção o piercing pode trazer riscos a saúde se não for aplicado e usado adequadamente.Em certo lugares onde há pouca circulação sanguínea pode causar infecções e sangramentos,além disso,como conseqüência pode gerar queloides que são cicatrizes.Por isso é importante pensar bem antes de botar um piercing.
    Anderson Lucas e Maria da Graça

    ResponderExcluir
  16. Bom, no texto que fala sobre piercings que nem sempre é uma boa escolha usar, pois tem grandes perigos para nossa saúde entre eles o que é mais usado por jovens: orelha. As células brancas que contem no sangue, ás vezes não conseguem chegar na infecção.
    Yara, Raiane e Leticia.

    ResponderExcluir
  17. "Com exceção do lóbulo, a orelha é muito mal vascularizada, o que torna o organismo quase incapaz de reagir a uma infecção ou alergia"

    Como a orelha tem pouca circulação sanguínea,tem poucos globulos brancos e se ouver uma infecsão não terá com se defender com eficásia.

    Bruno Botelho e pedro n

    ResponderExcluir
  18. "Com exceção do lóbulo, a orelha é muito mal vascularizada, o que torna o organismo quase incapaz de reagir a uma infecção ou alergia":
    Sem a circulação do sangue os glóbulos brancos não poderão ir ao local combater os microorganismos.
    Aléxandros - 9º ano A

    ResponderExcluir